Imagem capa - Fine Art, o quê? por Dennis Calçada
Foto Grafia

Fine Art, o quê?

Em algum momento você já deve ter se deparado com o termo Fine Art. Conceito bem presente no meio fotográfico, seja tanto se referindo a um processo de impressão ou na fotografia em si.


Na impressão, o uso da palavra Fine Art se relaciona principalmente em relação a alta qualidade. Impressão que requer total domínio técnico. Por exemplo, desde a escolha do perfil de cor utilizado à calibração das cores, escolha acertada do papel e durabilidade. Esse produto atende na maior parte dos casos as exposições, obras para museu, colecionadores e montagem de portifólios profissionais.


Em se tratando do ato de fotografar em Fine Art, a questão está muito mais associada para a visão criativa e autoral do fotógrafo, onde a “pauta” é pensada e elaborada por ele mesmo para expor um pensamento/ideia próprios.  Além disso, este conceito tem sido bem utilizado também na importante promoção de questões políticas, causas ambientais e artísticas.


Para clarear mais podemos comparar com o fotojornalismo e a fotografia comercial. O primeiro oferece uma narrativa visual no objetivo de contar histórias. A outra visa ilustrar serviços e produtos com o único cunho comercial.


Mas nem sempre a fotografia foi encarada como arte e esta “barreira” é de longa data. Em 1862, na Exposição Internacional de Londres, a organização proibiu a exibição das fotos  na sala dedicada às obras de arte, e assim foram expostas apenas na parte destinada aos equipamentos mecânicos. Apenas um exemplo de como a fotografia artística era encarada.


A história começa a mudar somente a partir da década de 1890 com o surgimento do pictorialismo. Conceito que uniu os fotógrafos na França, Estados Unidos e Inglaterra, no qual tinha como intenção produzir o que entendiam como fotografia artística. Usavam como parâmetros técnicas de artes gráficas, como também uso de efeitos mais desfocados e/ou nebulosos, além de cores vibrantes.


ÍCONES


Podemos considerar Alfred Stieglitz (1864-1946), Edward Weston (1886-1958) e Ansel Adams (1902-1984) como sendo os fotógrafos que abriram a porta para a fotografia de arte. Cada um com estilo e técnicas incríveis.


Ansel Adams, por exemplo, e suas magníficas fotografias de paisagens. Referência obrigatória e indispensável para qualquer fotógrafo até hoje.


POR AQUI


A fotografia como arte começou a surgir aqui no Brasil em meados de 1939. Principalmente com o nascimento dos primeiros clubes de fotografia. Por aqui os pioneiros nesta questão foram Geraldo de Barros, Thomaz Farkas, German Lorca e Eduardo Salvatore.

Fotos: Alfred Stieglitz e Ansel Adams