05/10/2022 às 13:54 Além de um clique

Fotografar com olhos de criança

103
2min de leitura

Olhar com olhos de criança, olhar puro, do faz de conta, da imaginação sem amarras, esse é um dos “segredos” para fotografar. Mesmo sem ter a devida noção, desde cedo a criança já enxerga as coisas assim, em forma de poesia.

Podemos dizer que ela anda com a cabeças nas nuvens, ou melhor, com os olhos. Apenas uma metáfora para servir de exemplo em relação a este post. Afinal, quem nunca já brincou em imaginar e dar significados para os desenhos nas nuvens? Sim, brincadeira simples, mas enriquecedora na construção do processo lúdico e criativo.

Mas o tempo vai passando e com ele vamos perdendo, se não prestar atenção e entrar nessa bola de neve frenética dos tempos “modernos”, esse encantamento do olhar. Afinal, o “certo” e o que condiz com um adulto é a seriedade, e esse olhar infantil passa a ser deletado, considerado maluquice, coisa de mundo de fantasia...pois o adulto politicamente correto e dentro das “normas ideais” não tem mais tempo a perder com essas bobagens.

Acredito que aquele que seguir com essas bobagens e maluquices terá mais “sorte” na hora de fazer uma fotografia que goste e lhe agrade.

Mais uma questão que irá lhe ajudar a ter “sorte” no fazer fotográfico é ampliar seu repertório visual com estudo e referências. E nesse sentido, entre os meus preferidos, está Alfred Stieglitz. Que já desde o final do século XIX e início do XX, enxergava a fotografia além do simples registro, mas como arte.

“A capacidade de fazer uma fotografia verdadeiramente artística não é adquirida de imediato, mas é o resultado de um instinto artístico associado há anos de trabalho.”

Alfred Stieglitz

Além das suas ações e esforços pelo reconhecimento de uma fotografia artística, umas das suas principais séries reforçam esta questão. Equivalências, série que tem as nuvens como tema central e realizada entre 1922-1931, e que se trata de um recorte da natureza em seu estado puro. Stieglitz extraiu da natureza a sua abstração pura e a transformou em diferentes mensagens por intermédio da mistura de claro e escuro das nuvens.

A fotografia embasada numa ideia e conceito. A fotografia como forma de expressão e não apenas como um registro. Ela vai muito além. Além de um clique...

05 Out 2022

Fotografar com olhos de criança

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

alem de um clique Alfred Stieglitz Criança Equivalências Expressão fineart fotografia Fotografia artística história da fotografia nuvens olhar de criança referências

Quem viu também curtiu

26 de Set de 2017

Uma prosa, uma dica e belas imagens

19 de Ago de 2017

Ela é tudo e um pouco mais

22 de Mar de 2018

Rascunhando com a luz

Olá, em que podemos ajudar? Sinta-se a vontade em me chamar no Whats.
Logo do Whatsapp